Nas minhas viagens secretas, dei um concerto dos Doors em L.A.

Nas minhas viagens secretas, despertei Marilyn mais sexi que nunca.

Nas minhas viagens secretas, criei a cacãnia de Musil com os meus amigos.

Entre a ilusão da minha vida sonhada e a tristeza da minha vida real.

Uma só realidade, a morte.

P.S: Texto escrito por este vosso tasqueiro, há quase 30 anos para uma banda de rock Bracarense.

Só me lembro da 1ª estrofe e do final, tinha isto guardado, mas perdi-o da última vez que tentei arrumar a casa, para aí há um ano lol. Nunca + arrumo nada.

Anúncios