Um dia, ainda muito puto, fui parar a casa de um familiar meu, tão ou mais sábio de que as suas enormes barbas poderiam fazer suspeitar. Ele olhou para mim riu-se e disse:

-Tu não estás bem? espera que já te ponho bem, esquece por uns momentos que es punk e curte esta espanholada… e põs isto a tocar … fiquei bem como é óbvio

Anúncios