deliriuns


Admiro aqueles blogues que não tendo nada para dizer sobre determinado assunto, falam na mesma com uma seriedade impressionante.

Eles ficam verdadeiramente ofendidos com a fraca prestação dos atletas portugueses. Sentem-se roubados cada vez que sai uma notícia de um pequeno crime económico.

Apesar de liberais e tudo menos chauvinistas ou racistas saiem-se com um ror de banalidades cada vez que um brasileiro assalta um banco ou um preto rouba um carro. Como invejo estes gajos. Porque é que Deus não me fez casado, fútil, e tributável?

Anúncios

Citação do caraças, nada menos que Zélia Gattai, esposa do grande Jorge Amado.

E porque vem o titulo? pela incrível censura que o Coi (Comité Olímpico Internacional) faz aos míseros vídeos youtube e afins dos jogos olímpicos. Os gajos têm um pelotão de chinocas a correr tudo quando é provedor de vídeos <embebed> relativos aos jogos, até nos vídeos sapo foi uma razia.

Mas esquecem-se que a Net nasceu fora da lei e há de continuar, por muito que tentem há de sempre haver gajos criativos e persistentes a dar-lhes a volta.

Um bom exemplo é este genial vídeo da prova de 100 metros mariposa de Michael Phelps que dura incolume à 4 dias, a forma como o gajo que editou o vídeo engana os Chineses é genial

A Net não tem regulação possível, entendam isso. Prendam os criminosos e eduquem os jovens, mas não tentem legalizar a net. Tirem partido dela. Qual é o mal de alguém que trabalha à hora dos directos vir ver aos meus blogues o vídeo da medalha da Vanessa?

O vídeo da vitória do Cielo já o troquei 6 vezes, por ter sido apagado, mas sempre arranjei um fresco para o substituir sem grande esforço.

Se não os vencemos juntemo-nos a eles, é assim que muitas grandes empresas e organizações deviam encarar a Internet.

P.s: Por mera curiosidade, fiz há uns dias o upload para o Youtube da prova do Phelps, versão directa, só para ver quanto durava?

5 minutos depois estava apagada e o youtube a mandar-me mails a avisar-me de que o meu comportamento não seria tolerado por muito + tempo. A queixa foi do COI e tão rapida que pensei que teriam Bots, mas agora concluo que não, são mesmos chinos, os humanos + parecidos com bots.

Estive montes de horas a trabalhar nos meus blogues olímpicos, é o que está a dar e há que aproveitar.
Mas estava a trabalhar na ginástica rítmica e não pude deixar de lembrar-me da Manucha.
A Manucha era uma lisboeta morena perfeita e ginasta que vinha a Braga com os seus irmãos Mesquitela passar as férias do verão. Ficava na casa do seu primo o ilustre desconhecido Adolfo Luxúria Canibal.
Claro que ela tinha os pré-adolescentes todos na mão, todos adoravam a Manucha.
Da 1ª vez não me deu grande bola. Deve-me ter achado raquítico de mais para o seu gosto. Mas nos anos seguintes viramos grandes amigos e que saudades de ela fazendo acrobacias só para mim, que me pareciam impossíveis e eu sentado no muro. Isto com ordem para não olhar antes que ela pusesse sua saia no sitio.
Era incrível, vê-la pelo canto dos olhos fazendo o pino só com a mão direita e com a esquerda ajeitando sua saia para tapar as calcinhas e depois dizendo: – Agora sim podes olhar
Isto para explicar que estas coisas que vemos na Tv dos atletas e nos parecem simples, são tão difíceis e requerem tanto trabalho e disciplina que até a ultima classificada merece o mundo a seus pés

Hoje, graças a uma bola de borracha, que saiu voando pela janela,  passei horas com o Artur, que é o filho de 3 anos da minha empregada.

Já não me divertia tão genuinamente há muito tempo. O mundo, mesmo o mais trivial, visto pelo olhos de uma criança é completamente novo. O seu espanto quando finalmente encontramos sua  pequena bola vermelha rodeadas de pombas, entretidas com coisas de pomba: – Como elas não comeram minha bola?

Vamos no café, pede um copo de água, a senhora lhe dá um. Ele bebe mas no final faz questão de trazer o copo: – Ela me deu o copo de água choramingava. O melhor do mundo são mesmo as crianças:

Ai que prazer
Não cumprir um dever,
Ter um livro para ler
E não o fazer!
Ler é maçada,
Estudar é nada.
O sol doira
Sem literatura.

O rio corre, bem ou mal,
Sem edição original.
E a brisa, essa,
De tão naturalmente matinal,
Como tem tempo não tem pressa…
Livros são papéis pintados com tinta.
Estudar é uma coisa em que está indistinta
A distinção entre nada e coisa nenhuma.
Quanto é melhor, quando há bruma,
Esperar por D. Sebastião,
Quer venha ou não!

Grande é a poesia, a bondade e as danças…
Mas o melhor do mundo são as crianças,
Flores, música, o luar, e o sol, que peca
Só quando, em vez de criar, seca.

O mais do que isto
É Jesus Cristo,
Que não sabia nada de finanças
Nem consta que tivesse biblioteca…

Fernando Pessoa

Que manhã! Sei lá porque deu-me para fazer uma pesquisa de videos sobre Auschwitz, e de atrocidade em atrocidade acabei nisto. Porra, neste momento estou zangado com toda a humanidade, principalmente comigo, que estive feito voyeur a ver os videos. Vi bem pior. Ao menos aqui ninguém é morto. F*da-se lá o youtube!

Pois sou, mas sei lá, estou a cair de sono e mereço ir dormir descansado. Quero poder ter sonhos lindos com uma amiga minha, não vou falar muito dela, mas é uma mexicana que vive num paralelo previsto por um vidente há muitos anos!!! Mas ela de paralelo não tem nada, apesar de que se quizer pode ser o meridiano do resto de minha vida, e quem sabe, ficaremos juntos até ao equinócio !
Mas o que quero é dar-lhe graxa e como sei que ela gosta de Radiohead aqui fica:

Tantos blogers, tanta merda, porque não dizer o que me vai na alma!? Mas tenho ainda alma, sei lá devo ter, que me lembre não a vendi ao diabo, o gajo recusou o negócio.
Tenho uma imaginação diabólica, mas serve-me de nada.
Mas porque raios estou para aqui a falar de mim?! Isto é um blogue, tipo de site em que o leitor espera que lhe sirvam tudo numa bandeja de prata e se possível com um guardanapo, todos sabemos para quê!
Mas postes sérios para quê? São sempre os mesmos a ler isto. Admiro-lhes a paciência e a perserverança, mas porque raios não posso e não devo mandar os outros levar no cú?
Não entendem que apesar de estarem de passagem estão a deparar-se com o esforço de um homem. Hesitem ao menos por um minuto antes de mudarem de site. A mim resta-me a certeza de que sou um dos que diz menos bacoradas e a vocês? Querem ser os reis dos surfistas anacrónicos? Leiam, comentem, ou ponham-se nas p*tas

Página seguinte »